Notícias

Ver notícia

Por meio do Ordem de Início de Operação, assinada junto à Sanepar, em Curitiba, a Ambiental Paraná assumiu, na sexta-feira (26), a prestação dos serviços de esgotamento sanitário em 16 municípios da microrregião Centro-Litoral do Paraná, pelos próximos 24 anos.

A oficialização formaliza a transferência operacional e das estruturas dos sistemas de coleta e tratamento de esgoto, que a partir de agora serão de responsabilidade da Ambiental Paraná, sob fiscalização da Sanepar.

Durante 90 dias, após a assinatura do contrato, os colaboradores da empresa do grupo Aegea acompanharam as atividades relacionadas à operação, então desempenhadas pela Sanepar, que envolvem a coleta e tratamento de esgoto nas cidades atendidas, no período considerado como operação assistida.

Para a diretora presidente da Ambiental Paraná, Bruna Buldrini, estruturar e preparar a empresa para esse momento foi um grande aprendizado. “Assumir a operação nessas cidades é uma responsabilidade muito grande. A Sanepar tem sido uma grande parceira desde a nossa chegada, contribuindo para a construção dessa nova fase, que tem como principal objetivo acelerar as obras de esgotamento sanitário na região, para atender as metas previstas no Marco Legal do Saneamento”, afirma.

O diretor executivo da Ambiental Paraná, Rafael Fendrich, aponta que a mobilização e capacitação das equipes foram primordiais para o cumprimento do prazo do início de operação. “Nós assinamos o contrato em um período que envolvia o final de ano e fizemos uma força-tarefa junto à Sanepar para que conseguíssemos atender os requisitos necessários para iniciarmos nossa operação. Nossas equipes estão em campo em diversas áreas, trabalhando de maneira conjunta para atender o contrato e a população”, ressalta. A Ambiental Paraná vai investir R$1,1 bilhão em obras de infraestrutura e melhorias no sistema de esgotamento sanitário durante os 24 anos nas cidades de Adrianópolis, Almirante Tamandaré, Bocaiúva do Sul, Campo do Tenente, Campo Largo, Cerro Azul, Contenda, Fazenda Rio Grande, Guaratuba, Mandirituba, Morretes, Rio Branco do Sul, Piên, Quitandinha, Rio Negro e Tijucas do Sul. Mais de mil quilômetros de redes, 180 elevatórias e 12 estações de tratamento de esgoto serão executadas, atendendo um total de mais de 600 mil pessoas.

Texto: Silvia Chandoha

Compartilhar:

Veja Também

Política de Inv. Social Privado Saiba mais
Política de Inv. Social Privado

Uma concessão é muito mais que um acordo com o poder público, é um compromisso com o lugar e com sua gente.

Contato Saiba mais
Contato

O atendimento aos clientes nos municípios da PPP é de responsabilidade da Sanepar. Saiba mais.

Ambiental Paraná Saiba mais
Ambiental Paraná

A Ambiental Paraná, por meio da Parceria Público-Privada com a Companhia de Saneamento do Paraná (Sanepar), é responsável pelos serviços ...

TERMOS GERAIS DE USO DE SITES E APLICATIVOS DA AEGEA Saiba mais
TERMOS GERAIS DE USO DE SITES E APLICATIVOS DA AEGEA

Confira todos os detalhes para sites e aplicativos da Aegea.